Movimentos antifascistas ganham força no Brasil

Movimentos antifascistas ganham força no Brasil

Movimentos antifascistas e em defesa da democracia têm ganhado força no Brasil. Iniciadas por torcidas de grandes times de futebol, as manifestações são uma reação aos atos essencialmente pró-Bolsonaro que atacam instituições, se insurgem contra Supremo, Legislativo e fazem ode a movimentos supremacistas com forte conotação racista.

No domingo, dia 31/05, houve confronto na Avenida Paulista e a reação da polícia contra manifestantes em defesa da democracia e ação protetora em favor da ala bolsonarista indignou centenas de representantes da sociedade civil organizada ao longo do dia. A Condsef/Fenadsef se posiciona em defesa da democracia e contra o fascismo. A entidade convocou atos na última semana em defesa dos serviços públicos em todo o Brasil com destaque para o #ForaBolsonaro. A Confederação está entre as signatárias do maior pedido de impeachment protocolado até o momento na Câmara dos Deputados. 

Novas manifestações contra o racismo e o fascismo foram registradas em Curitiba. Vivemos um momento de bastante gravidade e a escalada do fascismo precisa ser contida. Enquanto reprimiram manifestantes em defesa da democracia, policiais escoltaram e deram suporte a manifestantes pró-bolsonaro. Uma delas carregava um taco de beisebol. Policiais foram questionados se o instrumento não seria considerado arma branca e o que aconteceria se algum manifestante pró-democracia fosse pego com aquele objeto. Outro manifestante carregava uma bandeira de movimento neonazista da Ucrânia.